LATINO: O PROFETA DO APÊ!


 

Recentemente o cantor Latino declarou seu interesse em ingressar no mercado gospel, o que despertou a indignação de vários evangélicos.

Particularmente não vejo o por que de  tanta revolta, já que esse meio está abarrotado de tanta gente sem conteúdo e com interesses inescrupulosos, o que faria do cantor um simples aprendiz e inofensivo debutante gospel.

A intenção do cantor é muito mais clara e honesta na sua proposta, pelo menos deixa claro ao que veio (capitalizar no mercado evangélico que é tão atrativo e lucrativo), do que a de muitos cantores do ramo que fazem uso dissimulado da máquina religiosa com a falsa ideologia de “pregarem o Reino de Deus” através de suas canções.

 A sinceridade de Latino é contundente e uma advertência aos cantores gospel, para que tenham um mínino de sensatez, hombridade e honestidade consigo mesmo, com Deus e com o público, na maneira como conduzem e se beneficiam do seu ministério/carreira:

“Não quero me tornar evangélico, mas sei que posso falar de Deus de uma maneira ousada e jovial”. Segundo ele, esse é um projeto para daqui a dois ou três anos, mas mesmo assim, confessa estar com muita vontade de “juntar essa galera gospel e fazer um trabalho bacana”.

“Precisamos ficar de olho no mercado musical e sempre buscar novas inspirações. Eu mesmo quero compor as músicas que falem de Deus de uma forma bem alegre, com romantismo também. Vou trabalhar muito para me consolidar também nesse meio”.  (Fonte: EGO) 

A atitude do cantor só vem denunciar o que já está escancarado no meio a muito tempo, salvo alguns bons exemplos (mercenarismo travestido de espiritualidade).

E por que criticá-lo, se constantemente líderes e liderados financiam a megalomania das atrações gospel que cobram o “olho da cara” para se apresentarem em algum evento, em detrimento e descaso com as necessidades reais da comunidade que deveriam ser o alvo da arrecadação financeira que entra nos templos?

Pra mim, Latino é o “PROFETA DO APÊ” pra causar um “BUNDALELÊ” nesse povo “SEM NOÇÃO”, que só gosta de “CATCHAÇA” religiosa, e que diz pra qualquer um “ME LEVA”, oh! baby me leva, me leva que eu te quero me leva, me leva que o futuro nos espera, seu coração falará por mim, oh! baby me leva...