Meu nome é Encosto!

LOKAVENTURAS PENTECA OS TAIS


Depois de assistir na madrugada várias horas de programação religiosa, um pai desesperado de tanto buscar e não encontrar uma solução, chega até Gézuis e diz:

- Mestre, meu filho tem um encosto que muitas vezes joga ele num fogo violento de cinqüenta e um. Já o levei aos teus discípulos na Igreja Fenomenal do Reino de Zeus, mas o Bispo Pedir Mais Cedo não pode expulsá-lo, pois disse que o Zé Pilantra só sai se eu fizer um sacrifício e der meus fundo, ops! meu tudo. Enquanto ele me explicava o artifício, digo, sacrifício, chegou o Apóstolo Vaidormindo Bem Marvado da Igreja Colossal do Suor de Alfeu, e o contestou dizendo que não adiantaria e que o meu problema só se resolveria se eu fizesse a “campanha do resgate” desembolsando meu trízimo ao quadrado e levando pra casa a toalhinha chamuscada de saliva ungida, para passar na boquinha da garrafa.

Indignado e estressado decidi: Meu nome é Encosto! Hããã... Acho que não, meu nome é Revolta! Nem um nem outro, vou procurar o Emissário R.R. $omares da Igreja Sensacional da Graxa e do Breu. Cansado peguei o meu encosto, digo garoto, e fui até a Paróquia Central onde ele realiza os Furtos da Benção, ops! Cultos da Benção. Tudo em vão! Só encontrei o Reverendo João Sofista (aquele do “pó para cum pó”), que na hora me disse que o meu sofrimento era caso para o Missionário Vovô Piranda da Igreja Penteca os Tal Teus Costumes Tem Valor.

Fui até o Templo da Paranóia de Zeus na avenida do Estrago, mas Vovô Piranda não pode me atender, pois da cabine blindada de onde pregava o doce velhinho que é poliglota com bestrado em “portunhol”, não escutava nada. Sem desanimar, encontrei forças para pedir ajuda ao Paipóstumo Rendendo Terra Nova que me disse:

- Meu caro cliente, digo, crente. Você precisa passar com ele pelo pré-encontro, encontro, pós-encontro, ré-encontro, fazer uma conversão à direita depois uma regressão a esquerda, então só fica faltando ganhar, consolidar, treinar, enviar, sacanear, tripudiar e comprar o boton sacerdotal por uma irrisória quantia de alguns milhares de dólares, que ele já está pronto para fazer parte dos Doze Fantoches Apostólicos livre de toda encostação hereditária.

Achei um tanto quanto exaustiva essa escada do sucesso, e apelei para o $ifras Malacheia, que estava fazendo seu programa Depósito em Cristo com a participação especial do Money Ceroula, oferecendo a Bíblia Ungida com fragmentos do Mar Morto pulverizados na celulose industrial durante o processo de fabricação.

A relíquia que custava somente R$911,00 com direito a fazer parte do clube dos Mugidos do Milhão, ainda me presentearia com uma oração poderosa do “boneco de testes de operações plásticas norte-americano”, como forma de gratidão por fazer parte do presépio fiel que ajuda a pagar o carnê do financiamento da farra do jatinho do reino.

Enquanto assistia, um pensamento me assaltou a cabeça: Você é um trouxa um frouxo! Deixa de pagar o aluguel, a conta de água, luz, telefone e come fubá o mês todo seu mané, que a vitória é garantida pelos poderes de Grayskull seu banana! Eu tenho a força, quer dizer, a fórmula!

Me senti constrangido pela minha falta de fé, e resolvi visitar a Enriquecendo em Xisto da Bispa Tônia e do Apóstrofo Esteve Enjaulândus.

O Bob e a Barby gospel não estavam lá, mas uma reunião radical com a juventude da comunidade estava acontecendo. Era um ringue de “vale tudo” montado na nave da Igreja incentivando a molecada a exercícios, artifícios e maluquices espirituais.

Um jovenzinho bem simpático com visual próprio da idade e que, provavelmente era um dos organizadores devido ao jaleco que vestia com a inscrição “porrada no capeta”, solicitamente me perguntou o que eu desejava, quando então expliquei.

- Meu filho tem um encosto da linhagem “cinqüenta e um” que faz ele cair num fogo lascado. Somos devotos do “Velho Barreiro” e freqüentamos a catedral de “São João da Barra”. Já fizemos de tudo, mas nada adiantou indo de mal a pior. Vocês podem nos ajudar?!

- É claro coroa, vai ser trash! Põe o teen no ringue que o capiroto vai sair vazado com a unção do Sansão!

Um garotão com músculos bem definidos e que volta e meia louvava a Zeus bradando Uiiiiii, vestido de sunguinha, botas cano longo e capa branca, surge com uma espada simbólica e enorme de borracha. Aproximando-se do menino inicia a bandalha espiritual incentivado pelo brados de êxtase da platéia que frenética gritava: Zeus é Pinél! Zeus é Pinél! Zeus é Pinél!...

Já no primeiro round depois de alguns vergões, hematomas, chinelas, rasteiras, voadoras e gospels de Kung Fu, o Zé Pilantra leva os dois a nocaute.

- Cheguei ao fundo do poço mestre! O que eu faço agora?!

- Sua última alternativa meu filho é o Padre Quemêdo, minha programação já está cheia, e estou indo agora participar de um congresso na Colômbia onde fui agendado sobre a Visão dos Tablets, que substituirá a Visão Celular como o último mover de evangelização na terra antes da chegada da Besta Voadora.


P.S. - Casos de família com uma boa dose de imaginação, humor e ironia.