Os bem aventurados e os malditos - Dois lados da mesma mensagem






Bem aventurados os pobres de espírito, pois deles é o reino dos céus. Malditos os prepotentes, pois eles criam o império do ódio. Os que precisam da força para sustentar o poder não tem parte com a lógica do amor.

Bem aventurados os que choram, pois serão consolados. Malditos os indiferentes, pois neles nasce o cinismo. Secos, descartam vidas. Desdenhosos, não sofrem o abandono dos esquecidos, a angústia dos escravos, o desespero dos oprimidos.

Bem aventurados os humildes, pois eles receberão a terra por herança. Malditos os altivos, pois eles se acham livres para agrilhoar, agridem sem contenção e receberão uma masmorra por herança.

Bem aventurados os que tem fome e sede de justiça, pois serão fartos. Malditos os que buscam argumentos para justificar tiranias; os que se fiam em coerências para vexar os indefesos padecerão sedentos e famintos de bondade.

Bem aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia. Malditos os implacáveis, pois serão medidos com a mesma inflexibilidade que trataram os outros; cedo ou tarde receberão castigo proporcional à sua irrepreensibilidade.

Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus. Malditos os astuciosos, pois morrerão sós. O falso não se alinha ao coração divino, o aleivoso perde o compasso do universo; o impostor não arranca a venda dos olhos e se condena a nunca perceber o sublime.

Bem aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus. Malditos os que conspiram a guerra; que dão de ombros para o bombardeio assimétrico, para a agressão descomedida, para a morte de crianças e velhos. Esses descerão ao mais profundo inferno, pois arrasam vilas, dizimam etnias, e chacinam em nome do Estado.

Bem aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus. Malditos os tiranos, que afligem para defender ideologia ou religião, raça ou economia. Deus se alia ao afrontado, oferece a mão ao desabrigado e faz companhia ao esmagado.

Bem aventurados serão vocês quando, por minha causa os insultarem, os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. Malditos serão vocês que voam como abutres, para espreitar a derrocada do pequeno; que se excitam com más novas; e só deduzem o pior nas intenções alheias.

Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês. Lamentem e agonizem, porque grande será o castigo no calabouço eterno, vocês terão o mesmo destino que os facínoras que viveram antes de vocês.


Soli Deo Gloria.